SOBRE A NOVA ABRC -ABRACO

A Nova Associação Brasileira de Regentes de Coros (Nova ABRC/ABRACO) é uma sociedade civil, sem fins lucrativos e apartidária, de caráter cultural, educacional e representativo, com personalidade jurídica de direito privado, tendo como associados profissionais regentes de coros e corais, vinculados ou não a instituições públicas e privadas, com âmbito de atuação em todo o território brasileiro, com patrimônio a constituir e sede na cidade de Campina Grande – PB, à Rua Capitão João Alves de Lira, 467, Caixa Postal V0001, Prata, 58.400-560.

Objetivos

  1. Fomentar e promover o desenvolvimento artístico e musical de seus membros.
     

  2. Fomentar e promover a prática do canto coral visando o incremento da qualidade das experiências artísticas e culturais de seus participantes.
     

  3. Fomentar e encorajar técnicas de ensaio que levem à aquisição do mais alto nível de musicalidade e execução artística.
     

  4. Fomentar e promover a organização e desenvolvimento de grupos corais de todos os tipos em escolas, universidades, entidades religiosas, empresas e outros organismos.
     

  5. Fomentar e promover a organização e desenvolvimento de sociedades corais em cidades e comunidades.
     

  6. Fomentar e promover a compreensão da música coral como meio importante de expressão artística nos contextos de educação musical, social, e saúde física e mental. 
     

  7. Atuar e representar os interesses da área junto às agências de fomento à pesquisa significativas na área do canto coral.
     

  8. Fomentar e encorajar a composição de obras corais.
     

  9. Promover o intercâmbio e a cooperação com Associações e entidades nacionais e internacionais congêneres.
     

  10. Fomentar e promover programas de intercâmbio nacional e internacional de regentes, compositores e grupos corais.
     

  11. Disseminar informações referentes à atividade profissional dos regentes e à música coral.
     

  12. Trabalhar pela inclusão e manutenção do canto coral no currículo em todos os níveis educacionais como atividade fundamental para o desenvolvimento do ser humano.
     

  13. Desenvolver atividades de cunho social.
     

  14. Estimular atividades que valorizem, promovam e divulguem a produção cultural brasileira.
     

  15. Promover eventos científicos, congressos e convenções objetivando a divulgação e o intercâmbio de trabalhos na área.
     

  16. Promover e divulgar a produção artístico/intelectual na área da Música Coral.
     

  17. Propor, defender e participar do debate das políticas públicas de incentivo e promoção da atividade coral, bem como ocupar espaços junto às diferentes instâncias governamentais, visando o estabelecimento de ações efetivas e duradouras em prol  da atividade coral em âmbito nacional.
     

  18. Viabilizar acordos, parcerias, parcerias voluntárias, celebração Termos de Fomento ou Termos de Colaboração, ajustes e outros instrumentos jurídicos com instituições nacionais e estrangeiras, públicas e privadas, que assegurem recursos para a consecução de suas finalidades.

Fundação

A fundação da Nova Associação Brasileira de Regentes de Coros (Nova ABRC-ABRACO) só foi possível graças ao trabalho de um grupo de profissionais que se reuniu com o intuito de organizar o movimento dos e das regentes de coros brasileiros. Eventos como os congressos de Vinhedo-SP (2017) e Betim-MG (2018) foram fundamentais para aprovar a minuta de Estatuto Social e também escolher os primeiros gestores da Nova ABRC-ABRACO, dentre os quais Martinho Lutero Galati (in memoriam), David Bretanha Junker, Marcio Guirado Zuanazzi, David Márcio Reis e Alice Nascimento, que gerenciaram os trabalhos até agosto de 2020.

 

No Congresso Internacional de Regência Coral, realizado em setembro de 2020, um novo grupo foi eleito para  dirigir o movimento. Essa equipe, que hoje compõe a diretoria da Nova ABRC-ABRACO, entre outubro de 2020 e março de 2021, coordenou várias reuniões com o objetivo de ouvir e congregar a categoria, discutir o perfil da entidade e também escolher seus Representantes Regionais e os membros do Conselho Fiscal. Neste mesmo período, toda a documentação da entidade foi atualizada sob orientação a jurídica do Dr. Matheus Macêdo Góes (24400 - OAB, PB). Concluída esta etapa, realizou-se a Assembleia de Fundação da Nova Associação Brasileira de Regentes de Coros, no dia 13 de março de 2021, em formato remoto, por meio da Plataforma Zoom, ocasião na qual foi aprovado o Estatuto Social da entidade, as anuidades para 2020 e 2021, bem como o seu corpo diretivo.

Seguiu-se, então, o trâmite cartorial, que resultou na expedição da certidão de personalidade jurídica da instituição pelo Cartório Raul Pequeno, da cidade de Campina Grande-PB, no dia 15 de maio de 2021, conforme Registro Nº 174/405, Livro A - 182.